A ceia de Natal em outros países

Todos os anos, o Natal chega para milhões de famílias ao redor do mundo. Mas o que será que muda de um país ao outro?

A ceia de Natal em outros países

Para muitas pessoas, ter uma mesa farta com pratos deliciosos é parte essencial de um bom Natal em família.

Seja para quem quer experimentar novos sabores para renovar a ceia de Natal da família, seja para quem vai passar uma das datas mais importantes do cristianismo em outro país, conhecer as tradições culinárias de todo o mundo é uma forma de imergir em uma nova cultura.

Além disso, parte do espírito natalino é ter empatia com o próximo e, para tanto, nada melhor do que descobrir o que eles gostam de comer.

Descubra algumas receitas de Natal típicas de outros países do mundo:

Argentina: Vitel Toné

Nossos hermanos argentinos celebram o Natal de uma forma diferente da nossa: comendo nos inúmeros parques e áreas verdes que existem em Buenos Aires.

Uma receita típica do espírito natalino porteño advém do período da imigração italiana, é o Vitel Toné, prato que é feito com pedaços de vitela cobertos com molho de atum e anchovas.

O Vitel Toné é quase tão essencial para os argentinos quanto o nosso peru com farofa. 

Chile: Pan de Pascua

Você não leu errado. Sim, é “pascua” mesmo.

Ao andar pelas ruas de Santiago,em dezembro, talvez você se depare com mensagens de “Feliz Pascua” ou “Feliz Navidad”. Isso porque ambos os termos são associados ao Natal, para os chilenos, ainda que a Páscoa seja celebrada da mesma forma que no Brasil, com muito chocolate.

Até mesmo o bom velhinho ganha o título de viejito pascuero, levando presentes para os chilenos chiquitos.

Similar ao nosso panetonne, o pan de pascua também leva frutas cristalizadas, mas é complementado com nozes e deliciosas amêndoas.

Austrália: Frutos do Mar

Assim como o Brasil, a Austrália também passa por fortes ondas de calor no mês de Dezembro. Por isso, ao invés de vestir o bom velhinho em uma roupa comprida vermelha e com detalhes em pelo branco, os australianos abraçam o espírito do Natal tropical.

É comum, inclusive, que a noite do 25 de dezembro seja comemoradas nas inúmeras praias existentes na Austrália (afinal de contas, o país inteiro é uma ilha). Para comer eles apostam em muito peixe fresco, além de espetinhos de camarão e frutos do mar recém-colhidos. 

Espanha: Roscón de Reyes

Na cultura européia e em alguns países da América Latina, o Natal é comemorado em duas partes. No dia 25 de dezembro, celebra-se o nascimento de Jesus em família, com uma mesa farta igual a que temos no Brasil.

No entanto, a troca de presentes tradicional dessa época do ano só acontece mesmo em 7 de janeiro, o Dia de Reis, que marca a chegada dos reis-magos, que foram visitar Jesus e sua família logo após seu nascimento.

Além dos presentes, as famílias locais comem neste dia um roscón de reyes, uma deliciosa rosquinha recheada de nata e de frutas secas. O mesmo acontece na França, só que lá o doce se chama galette de rois e é uma torta de massa folhada recheada com uma pasta de amêndoas e especiarias como canela e cardamomo, coberta com uma caldinha de mel.

Apesar de serem diferentes, ambas as receitas levam um pequeno objeto (na França, geralmente é uma pequena coroa) colocado na massa. O membro da família que receber o pedaço onde está o objeto vai ter sorte durante todo o ano.

Estados Unidos: gingerbread house

De modo geral, o Natal estado-unidense é bem similar à celebração dos brasileiros. Há uma mesa farta de comida e a família toda reunida.  A troca de presentes geralmente acontece na manhã do dia 25 de dezembro em si, logo após a família acordar do sono, e não antes ou depois da ceia do dia 24 de dezembro. 

É comum também que alguns americanos católicos passem a virada do dia 24 para o dia 25 na Igreja Católica de suas vizinhanças, para ver a Missa do Galo, que acontece tradicionalmente às 00h.

Quando o assunto é gastronomia, um hábito bem americano é a construção de uma gingerbread house.

O gingerbread é um tipo de biscoito bem sequinho, feito à base de gengibre. Ele é complementado com deliciosas especiarias, como canela e noz-moscada, e é feito no formato de um bonequinho ou em partes largas, porque o biscoito serve de base para a construção de uma casa em miniatura.

Usando o biscoito para formar as paredes e o telhado da casa, famílias americanas decoram o cenário usando coisas como glacê branco, chantilly, jujubas, alcaçuz, varinhas de menta e balas diversas para formar um cenário bem branquinho, típico do Natal dos EUA.

Realize com o LATAM Pass

Agora que você já sabe como os estrangeiros celebram o Natal, que tal incluir uma galette de rois no menu da ceia ou investir na construção de uma gingerbread house para sua festa em família?

Uma boa dica é usar seus pontos LATAM Pass para resgatar passagens aéreas para esses destinos incríveis para viver o Natal dos sonhos em Buenos Aires, Nova Iorque ou Barcelona!