6 situações que todo viajante já passou

Todo viajante já passou por situações inusitadas. Listamos algumas delas para você se preparar antes de partir para o próximo destino!

6 situações que todo viajante já passou

Listamos seis situações que todo viajante passa fora de casa para você se precaver e, quem sabe, escapar de uma bela cilada.

Não importa o quanto a gente tente se planejar antes de uma viagem, algumas coisas fogem do nosso controle. É nessas horas que surgem as melhores histórias – só depois, porque na hora costuma ser perrengue mesmo. Mas também é daí que absorvemos aprendizados.

Tempo perdido, dinheiro mal gasto e dor de cabeça… Esse é o tipo de bagagem que você precisa evitar nas próximas viagens. Descubra como!

Calcular mal o horário do voo

Quando o assunto é passagem aérea, a máxima “o barato sai caro” muitas vezes se comprova.  A ida para o aeroporto, por exemplo, pode virar uma questão: se é muito cedo ou muito tarde, como chegar até lá? Será que o transporte público estará funcionando? Compensa pegar um táxi?

Respire fundo e tome cuidado para não acabar perdendo o voo. Uma vez que você chegar ao seu novo destino de viagem, tudo vai valer a pena.

Experimentar comidas exóticas

Gafanhotos, minhocas e baratas têm mais em comum que você imagina: os três são ingredientes de iguarias da gastronomia tailandesa. Vai um petisco aí?

Novas experiências são válidas, principalmente quando as mesmas fazem parte da cultura local. Então, nos aventuramos por pratos inusitados, que nem sempre caem bem na hora, mas realçam o sabor daquela conversa com os amigos depois da viagem.

Precisar de algum remédio específico

Detalhar sintomas pode ser difícil até em português, agora imagina fazer isso em uma língua que você não domina tão bem? Aproveitar a viagem é, também, estar suscetível a algum imprevisto no meio do caminho, desde um machucado até uma indigestão.

Muitas farmácias pedem receita médica e aí é preciso colocar toda a habilidade adquirida em “Imagem & Ação” para caprichar na mímica e acertar o diagnóstico.

Gostar demais de um lugar

Nem todo planejamento precisa ser seguido à risca. Quem viaja, especialmente fazendo mochilão, acaba se surpreendendo tanto para o bem quanto para o mal.

Às vezes, não damos nada para o lugar. E é lá que acontecem os melhores passeios.  Tudo bem esticar a estadia e aproveitar uns dias a mais – principalmente se você tem um seguro para dar suporte.

Encontrar seu novo melhor amigo

Algumas amizades são construídas com o tempo, outras brotam de um primeiro encontro. Não existe uma fórmula certa para isso – o que é ótimo –, mas fato é que viagens aproximam pessoas.

Numa dessas, pode estar seu novo melhor amigo!

Reservar uma conexão muito curta

Não subestime o tempo que uma conexão pode levar. De 20 minutos até, quem sabe, duas horas inteiras entre pegar sua bagagem na esteira e passar pelas filas de imigração.

Tudo depende do aeroporto de destino e de quantas pessoas estão viajando. Por isso, calcule bem o horário da conexão para não acabar perdendo o voo no meio do trajeto.

Vá mais longe com o LATAM Pass

Mesmo com a possibilidade de que imprevistos aconteçam, viajar é uma delícia.Aproveite para descobrir como funciona o LATAM Pass.