Lua de mel gastronômica: viagem para Itália e Croácia

Casal usou pontos para fazer uma viagem de lua de mel deliciosa.

Lua de mel gastronômica: viagem para Itália e Croácia

Já ouviu falar que viajar é uma delícia? Mauro e Marcela levam isso a sério e planejaram uma viagem de lua de mel pela Itália e Croácia com um roteiro focado na gastronomia dos lugares.

Confira esse delicioso roteiro!

Itália

A viagem do casal começou na Itália, onde eles visitaram Milão, Bergamo, Parma, Bologna, Chianti e Florença, descobrindo restaurante, pratos e bebidas incríveis.

Milão

Depois de um voo direta da LATAM Airlines pontual e com excelente serviço de bordo, Mauro e Marcela desembacaram em Milão, a primeira para de sua lua de mel. Depois do check-in, o casal foi para a primeira das muitas e deliciosas refeições da viagem

“Fomos a Osteria Conchetta.  Uma delícia, atendimento perfeito, comida maravilhosa, altamente recomendável. Presunto de Parma e burrata especiais, o risoto de parmesão feito na própria peça, e um steak tartar divino!”

E para brindar o início de uma aventura, terminaram a noite no boêmio bairro milanês Naviglio Grande. 

“Fomos ao Rita, bar de drinks, sentamos no balcão e conhecemos o excelente Eduardo, barman e proprietário do lugar. Simpático, nos apresentou drinks clássicos com um toque especial, negroni e bloody Mary em sua mãos viraram arte!”

Duomo di Milano

O dia seguinte foi dedicado a turistar e mais delícias milanesas. O casal se organizou para ver os pontos turísticos da cidade pela manhã.

A primeira parada foi o Duomo di Milano, a Catedral de Milão que começou a ser construída em 1386. A construção imponente impressiona por sua arquitetura gótica, São cinco naves, a central tem 45 metros de altura, com capacidade para 40 mil pessoas, o que faz dela uma das maiores igrejas do mundo. Os vitrais com cenas bíblicas também merecem destaque.

Mauro e Marcela acertaram na escolha de ponto turístico, pois os arredores da praça da catedral concentram outros importantes pontos turísticos. da cidade.

“Tudo converge para a praça, no caminho passamos por algumas joias da cidade: Teatro Scalla, Galleria Emanuelle, tudo lindo, que cidade! Milão respira beleza, as pessoas nas ruas são extremamente bem arrumadas, estamos no centro financeiro da Itália, todos indo e vindo, atarefados e apressados, mas há uma aura de glamour, roupas, cheiros, rostos de se admirar!”

O casal também visitou a igreja  Santa Maria de la Grazie, que abriga uma das mais famosas obras de arte do mundo: A Última Ceia, de Leonardo Da Vinci.

” Vale? Sim. Voltaria? Sim. Quantas vezes? SEMPRE!”

E aí vai uma dica importante para quem quer conhecer a obra de perto:

“Se programe! Comprei antecipadamente e essa é a única forma de conseguir presenciar a obra, altamente controlado, grupos sempre acompanhados de guias, horários agendados, segurança restrita, mas ao passar por tudo, e presenciar a obra há uma sensação que tudo valeu a pena! Posso descrever todos os detalhes, as sensações, mas não cabe em poucas palavras o sentimento de estar lá!”

O restante do dia do casal em lua de mel foi dedicado a conhecer mais sabores e sabedorias de Milão. Foram ao Salsamenteria di Parma e conheceram uma senhora brasileira que os presentou com a ensinamento de dedicar mais tempo a check-ins do que a check-ups. No fim da tarde, conheceram o happy hour italiano no Tibi, bistrô especializado em drinks.  

“Apesar do excelente serviço e pegarmos o começo do happy hour italiano, somos da comida e do vinho, sendo assim fomos em busca de outro lugar.

Lembraram-se de um restaurante especializado em trufas pelo qual passaram mais cedo e foram correndo para o Tartuffoto.

“Pratos divinos, conta alta, mas a sensação de termos feito a escolha certa para finalizar o nosso dia.”

Mauro e Marcela fizeram um tour pela Itália na lua de mel.

Lago do Como

No terceiro dia, o casal acordou tarde, mas conseguiu se manter firme ao plano de ir ao Lago di Como. A viagem é rápida de trem: cerca de uma hora.

“Chegando em Como já se vê o Lago, a estação é praticamente na margem. Como não tínhamos muito tempo, não exploramos as demais cidadezinhas com o passeio de barco (possivelmente o melhor para se fazer) mas aproveitamos do nosso jeito o tempo lá!”

Mauro e Marcela escolheram a margem direita do lago para caminhar, apreciando a vista do lago. Ali tem muitos restaurantes e garçons ansiosos para atender aos turistas, mas eles preferiram descobrir o que a cidade guardava em seu interior.  

“A cidadezinha é bonitinha, como sempre uma bela praça com uma igreja muito bonita. Descobrimos uma salumeria, e ficamos por lá, foi excelente ter comida, vinho e tempo para conversarmos e seguirmos nossa viagem.”

O casal foi até a Vila Omo, na margem esquerda do lago visitar o belo casarão. E depois voltaram até encontrarem um novo ponto de parada para recarregar as energias.

“Escolhemos o bar do hotel Palace, sem garçons na porta chamando entramos e fomos super bem atendidos, preço justo uma bela tábua de queijos e os momentos talvez mais agradáveis do dia.”

Para quem quer visitar a região, vale a pena se planejar bem para aproveitar ao máximo tudo que tem a oferecer.

Na estrada – Bergamo, Parma e Bolonha

O último dia na cidade foi para se preparar para seguir viagem: Mauro foi buscar o carro com que seguiriam a viagem.

“Assim acabava a fase milanesa da nossa viagem, a única grande cidade do roteiro. Excelente gastronomia, belos lugares, a emoção única de conhecer uma das maiores obras da humanidade…”

A primeira parada, decidida no café da manhã, foi Bergamo, cidade murada que fica a menos de uma hora de Milão.

“Começamos com o pé direito, a cidade é linda, ruas, becos, ladeiras, tudo super bem cuidado. Medieval, a cidade murada é super bem conservada. Na praça do Duomo, há ainda mais duas igrejas belíssimas, um deslumbre da arquitetura medieval e católica (nossas visitas são bem rápidas, mas adoramos a riqueza dos detalhes).”

Fizeram, é claro,uma bela refeição na cidade e voltaram para a estrada rumo a Parma.

“Parece que a lua de mel oficialmente começou. O hotel é perfeito, ao lado do Duomo de Parma, o castelo onde ele fica aparece em todas as fotos da cidade, o atendimento super gentil, sugestão de restaurante, marcaram nossa reserva para visita a fábrica de parmigiano, e ao chegar no quarto uma garrafa de espumante e o parabéns por nosso casamento.”

Parma não figura entre as principais cidades para se visitar nos guias tradicionais, mas quem ama comida o Mauro e Marcela deve sim incluir no roteiro.

“Adoramos o queijo e o presunto da região, era no nosso caminho para a Toscana, fez sentido um diazinho na cidade. Logo após o café da manhã seguimos para a fábrica de queijo parmigiano reggiano, eu adoro entender como as coisas são feitas, ir às origens e visitar a fábrica foi exatamente isso. Tudo artesanal, manual, feito com cuidado e tudo muito simples. Na fábrica que fomos são produzidos no máximo 12 rodas de queijo por dia, entender o cuidado demandado por cada uma das peças, como são tratadas, como ficam, o tempo necessário para estarem prontas para consumo, tudo a partir daquele momento aumentou a sensação de prazer do consumo da iguaria após a visita.”

Ainda em Parma, o casal visitou o Duomo e os prédios em seu entorno antes de seguir para Langhirano, uma outra cidade da região conhecida por um delicioso presunto.

“Ali é o centro da produção do Prosciutto Crudo, são mais de 180 pequenos produtores. Como era domingo estava tudo fechado, mas na região há um museu, pequeno e tem um restaurantezinho lá muito bom, atendimento de primeira e o produto super fresco, afinal era entregue pela fábrica literalmente do outro lado da rua!”

De volta à estrada, o casal seguiu para a Bologna para comer um tradicional bolonhesa.

“O Duomo aqui é um dos mais exóticos, sua construção foi interrompida para não ofuscar os prédios do Vaticano, o que o faz ainda mais legal. Explorar suas ruas e finalmente sentar numa cantina com toalha vermelha, ao ar livre, tomando um vinho e pedindo uma macarronada, o dia foi lindo!”

Por terem viajado durante o verão europeu, o Mauro e Marcela aproveitaram ainda os longos dias.

“Quando estávamos indo de volta para o hotel, corremos para o terraço no último andar pois seríamos presenteados com um belo pôr do sol, que pediu mais uma garrafinha de vinho. Fomos dormir felizes, satisfeitos e agradecidos!”

Toscana

O casal então chegou à Toscana, onde passariam 4 dias. Hospedaram-se no Castello di Spaltenna, na comuna de Chianti, que também dá o nome a um dos vinhos mais famosos da Itália.

“Acertamos em cheio escolhendo o Castillo di Spaltenna para nossa lua de mel. Pegamos o pacote romântico para três noites e foi realmente perfeito. Chegamos lá ao meio-dia e fomos recebidos da melhor maneira possível. Como escolhemos o pacote romântico, tivemos um menu completo do Il Pievano, restaurante estrelado do hotel com um mordomo particular na adega.”

No primeiro dia, o casal também aproveitou para apreciar o pôr do sol único da região e experimentar mais comidas locais.

“Nós procuramos na região por um lugar legal para um jantar local… Nós estávamos dirigindo pelos vinhedos e passamos por La Vin Osteria, procuramos no Trip Advisor e vimos que estava bem avaliado. E merece todas as estrelas: ótima comida, lugar aconchegante….  Nós chegamos quase na hora de fechar, e os italianos odeiam isso, então depois que a grosseria passou, a comida e tudo mais estavam perfeitos.”

No segundo dia, o casal tomou um café da manhã dos sonhos no hotel e saiu para explorar mais a terra do vinho. Almoçaram no incrível Antica Macelleria Cecchini.

“Impossível ir à Toscana e não ir lá! Lugar maravilhoso, no coração do Chianti, atendimento perfeito, e uma comida de chorar, chorar por que a assim que começa você sabe que vai acabar, e essa é a parte triste…. A Marcela não é muito de carne, mas eu estava feliz demais! Existem algumas modalidades para escolher, mas fui na Officina de la Bisteca, menu fechado, 50 euros, e você nunca vai comer tanta carne tão bem feita na vida!”

Em seguida, saíram para conhecer uma enoteca da região, onde experimentaram Chianti Clássicos e encheram as malas com garrafas do novo vinho italiano favorito.

No terceiro dia, o casal seguiu para mais uma degustação, dessa vez no Castello di Ama. Apesar dos vinhos deliciosos e do azeite que produzem por lá, o destaque do passeio para o casal foi a coleção de esculturas do local. À noite, o casal teve mais um delicioso e premiado jantar no hotel. 

No último dia, Mauro e Marcela se despediram da Toscana com uma mergulho na piscina do hotel e seguiram para Florença.

O espetacular pôr do sol de Florença.

Florença

“Saindo do Chianti, fomos em direção a Florença, principal cidade da região. Como saímos antes do almoço do hotel preferimos, em vez de ir direto através da autoestrada, ir pelas estradinhas da Toscana para aproveitarmos os últimos momentos intensamente.”

O casal parou na vinícola Antinori, comparável à chilena Concha y Toro. 

“A vinícola é linda! Um excelente contraponto ao tradicionalismo da Toscana a Antinori aposta em uma sede arquitetonicamente impactante, um belo prédio, com vinhas integradas às linhas da estrutura! Aqui super vale a reserva antecipada, eles têm um restaurante super bacana no piso superior, perdemos por não reservar, só ficamos no wine bar… Eles servem os vinhos no wine bar da loja, você escolhe o que quer provar e tem à disposição os rótulos para levar!”

O casal entrou de carro na cidade para deixar as malas no hotel antes de devolver na locadora, mas não recomenda. Em Florença, o controle de acesso de carros é rígida e pode ocasionar em uma multa. Mas o perrengue logo foi superado pela experiência de hospedagem que a cidade ofereceu.

“Ficamos em um dos melhores hotéis da viagem, mais uma recomendação: NH Porta Rossa. No meio da cidade velha, fizemos tudo a pé, excelente atendimento, quarto super confortável, ótimo café da manhã! Vale demais!”

O calor e os muitos turistas também não atrapalharam a viagem dos pombinhos pela linda cidade. 

“Uma das cidades mais lindas que já fui, história em todas as esquinas, um centro muito bem cuidado, o mais interessante é fugir do comum, passamos na Ponte Vecchio, sim, mas as mais belas atrações são as praças, as ruelas, os becos e os restaurantes, pelo menos pra gente.”

A experiência gastronômica estrelada em Florença foi no Borgo San Jacopo, presente de uma das madrinhas de casamento de Mauro e Marcela.

No dia seguinte, foram turistar. Mauro comprou com antecedência os ingressos para visitar a Galleria della Academia, onde está uma das maiores obras primas da humanidade: o David, de Michelangelo.

O Davi, de Michelangelo.

“A obra é interessantíssima, impressionante a capacidade humana. Mas o museu não é limitado, excelente para um passeio rápido. Com duas obras de arte de gênios rivais na conta da viagem voltamos a nossa programação de comes e bebes!”

Foram ao Mercado Central, experimentaram comidinhas em diversas barraquinhas, tomaram vinho, curtiram o ambiente. Para aguentar o calor, muito gelato e passagens no hotel para se refrescarem até a hora do esperado pôr do sol. Escolheram a Pizza Michelangelo para apreciar a obra prima da natureza.

“A cidade a noite fica mais agradável. Sem o sol, o calor diminui, as ruas mais vazias, as luzes nos prédios, nosso dia estava terminando. O dia seguinte era de translado, a parte italiana da viagem chegou ao fim: a Croácia nos aguarda para dias de praia e sol. Conhecer a Itália mais a fundo foi maravilhoso, o país e magnífico e será sempre querido para nós pelos lindos dias que proporcionou ao nosso amor!”

Croácia

Mauro e Marcela deixaram Florença de trem rumo a Roma, onde pegariam um voo para a Split, na Croácia.

“Split é uma graça, a cidade antiga na verdade é o que sobrou (e se restaurou) do palácio do imperador Diocleciano, diferentes níveis, vários restaurantes e lojinhas ficam apinhadas em suas ruas estreitas e cheias de charme, mas a cidade tem fama de ponto de parada e transição, me arrependi um pouco de não ter tido um tempinho maior para me dedicar a conhecê-la. Um dia a mais já seria suficiente, teríamos uma impressão mais correta da cidade.”

O casal de hospedou no charmoso Vestibul, dentro das muralhas da cidade.

“Com certeza ele ocupa uma posição dentro do top 3 hotéis da viagem, faz parte da associação dos melhores pequenos hotéis do mundo, nosso quarto não era no prédio principal, mas isso em nada diminuiu o charme. O excelente atendimento da equipe dos dois prédios garantiram que não houvesse a percepção de diferenças. Quarto excelente no último andar de um prédio, com as vigas em madeira expostas no teto. Era possível ver os contornos externos do telhado, tudo maravilhoso!”

A primeira refeição no país um almoço tardio no Uje Oil Bar, que foi seguido por uma passeio pela muralha até o Zinfandel para drinks.

“O dia foi longo, principalmente a parte do translado, mas compensamos o tempo ´perdido´ com muita comida boa e vinho croata para dormirmos felizes e começando com pé direito a etapa croata da viagem!”

No dia seguinte, o casal deixaria Split em direção a Hvar de ferry boat. Depois de um café da manhã no hotel, foram curtir as últimas horas na cidade na praia. 

“Como bom nordestino não via a hora de cair na água. Split é primordialmente um porto, então não dá pra simplesmente entrar no mar. A prai, fica em uma enseada, algo em torno de 10, 15 minutos andando do palácio. Era domingo, então praia de cidade na domingueira… Marcela falou que parecia Ubatuba e parece mesmo: água límpida, cheio de famílias e poucos turistas.”

De volta ao hotel, o casal fez check-out e foi almoçar no Bokeria, que se mostrou um dos favoritos em toda a viagem.

“Um ambiente super legal, nossa mesa reservada numa excelente posição, atendimento cuidadoso, e uma comida sensacional. Parada obrigatória em Split, ainda nos bridaram com uma sobremesa por nossa lua de mel e agradeceram termos escolhido o restaurante nessa data especial. Foi curto e deixou um gostinho de quero mais, Split.”

O casal finalizou a viagem pela Croácia e da lua de mel com passagens por Hvar e Dubrovnik, que foi cenário de diversas cenas da série Game of Thrones.

Mauro e Marcela foram para Croácia com pontos viver a lua de mel dos sonhos.

Realize com o LATAM Pass

Mauro e Marcela viveram a lua de mel dos sonhos. E você também pode, com o LATAM Pass. Junte pontos voando LATAM Airlines e comprando nos nossos parceiros, e troque por passagens áreas para o destino que você sempre sonhou.