Serra Gaúcha: um belo e divertido destino

A Serra Gaúcha é o destino perfeito para o inverno, mas tem programas legais para o ano todo. Casais e famílias, inspirem-se em nossa dicas!

Serra Gaúcha: um belo e divertido destino

A Serra Gaúcha, antes procurada apenas no inverno, tornou-se um destino propício durante o ano todo. Com ótima infraestrutura hoteleira e gastronômica, a região possui atraentes paisagens naturais e programas culturais. Além disso, há muitas atrações turísticas que vão do parque de diversões até a visita a fábrica de chocolates.

O roteiro na Serra Gaúcha é uma viagem boa para casais em busca de romantismo e também para famílias com filhos de diversas faixas etárias. No inverno, a serra torna-se particularmente charmosa. Fondue, chocolate, vinhos e a possibilidade de neve atraem turistas de todo o Brasil, que encontram cidades que lembram ora a Suíça, ora a Alemanha.

Que tal conhecer um roteiro na Serra Gaúcha com as as quatro principais cidades da região e, de quebra, passear pela capital Porto Alegre? Damos todas as dicas para você aproveitar os maiores atrativos dessa região no inverno ou em qualquer estação do ano!

Porto Alegre

Comece pela capital do Rio Grande do Sul. Quem vai à Serra Gaúcha normalmente voa até Porto Alegre e passa pela cidade sem conhecer nenhum dos seus encantos, o que é um erro. Uma vez em Porto Alegre, vá ao MARGS, à Casa de Cultura Mario Quintana, ao Theatro São Pedro e à Fundação Iberê Camargo.

Passeie de barco pelo Guaíba, pela rua Padre Chagas e pelo Parcão. Se for domingo, conheça o Brique da Redenção, um mercado de artesanato e antiguidades. Visite e almoce no Mercado Público e, à noite, escolha entre a Cidade Baixa, bairro mais alternativo, e o Moinhos de Vento, bairro mais badalado.

Gramado

As viagens à Serra Gaúcha normalmente se baseiam em Gramado, que fica a 120km da capital. Pode-se alugar um carro para fazer esse deslocamento. O aluguel de um carro vai ser fundamental para quem não gosta de excursões e prefere fazer os passeios por conta própria.

Uma vez hospedado em Gramado, fica fácil visitar cidades próximas, como a vizinha Canela.

Os programas fundamentais na cidade são o Lago Negro, a Praça das Etnias, a Rua Torta, a fábrica de chocolates Prawer, o Parque Gaúcho e o Le Jardin Parque de Lavanda. Passear pelas ruas de Gramado também é muito gostoso e vai render fotos incríveis.

Se for uma viagem com crianças, é legal conhecer o Mini Mundo, a Aldeia do Papai Noel, o Mundo de Chocolate Lugano e os educativos Mundo a Vapor e Museu da Moda. Uma atividade um pouco mais alternativa é o agroturismo. Tours guiados levam ao interior de Gramado, onde se conhecem casas de família e se degustam produtos da colônia.

No Natal e na Páscoa a cidade fica lindamente decorada, então também vale a pena visitá-la nessas épocas.

Canela

Quando comparada a Gramado, Canela é uma cidade mais calma e barata, mas com menos atrações. Pode ser uma alternativa à hospedagem. Pesquise diversos hotéis em ambas as cidades e escolha o que melhor se encaixar na sua viagem.

Os programas obrigatórios na cidade são a Catedral de Pedra, o Castelinho Caracol e o Parque do Caracol, de onde é possível avistar a cascata do Caracol.

Os pequenos vão gostar da Terra Mágica Floryball, um parque temático que aborda dinossauros, idade média, etc. Os mais velhos vão preferir o Alpen Park, com atrações radicais como montanha russa, tirolesa e rapel.

Nova Petrópolis

Nova Petrópolis é um ótimo destino de bate e volta. A cidade oferece atrações culturais, como a Aldeia do Imigrante, um parque que reproduz um autêntico vilarejo alemão do século 19, e outras mais radicais, como o Ninho das Águias, um mirante de onde saem voos de paraglider.

Também é imperdível conhecer o Labirinto Verde, no Parque da República, e a Cervejaria Edelbrau, onde é possível ver parte da produção artesanal.

Bento Gonçalves

Bento Gonçalves tem tantos tours legais que o ideal é pernoitar lá. Se você tiver só um dia na cidade, escolha o “Vale dos Vinhedos”, que concentra diversas vinícolas, e o “Caminhos de Pedra”, que passa por construções de pedra (moinhos, casas de massas, teares e erva-mate) e cujo cenário remete ao norte da Itália.

Tendo mais tempo, uma visita guiada à Casa Valduga e o passeio de Maria Fumaça, que vai até a cidade de Carlos Barbosa, são boas pedidas.

A gastronomia

A comida da Serra Gaúcha baseia-se principalmente na culinária italiana e suíça. Entretanto, por ser uma região turística, é possível encontrar, especialmente em Gramado, comida de outros lugares do mundo, como França e Tailândia, por exemplo.

Os campeões de audiência são o fondue, o galeto, o café colonial e o churrasco. O fondue de três tempos (queijo, carne e chocolate) é farto, variado e um programa clássico, especialmente para casais.

O galeto, normalmente acompanhado de sopa de capeletti, salada de almeirão com bacon, salada de batata com maionese, spaghetti alho e óleo, tortéi de abóbora, nhoque, lasanha e polenta na chapa, é igualmente farto. O café colonial é uma espécie de brunch, que une comida de chá da tarde e jantar, também com muita fartura.

Para famílias, a melhor pedida é o churrasco tradicional gaúcho, que vem acompanhado de empolgantes espetáculos de dança folclórica.

Vá mais longe com o LATAM Pass

Agora você já tem todas as informações para planejar a sua viagem para a serra gaúcha. Que tal começar a realizar esse sonho? Resgate as passagens com seus pontos LATAM Pass!