DICAS DE VIAGEM

Rota do vinho no Chile

O Chile tornou-se, nos últimos anos, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros. Pudera, além de muitas opções de paisagem, como praia, neve, deserto e cidade, ainda oferece atrações turísticas para todos os gostos, como os tours e degustações por dezenas de vinícolas.

Selecionamos vinícolas em três vales diferentes, para você montar sua própria rota do vinho personalizada.

Valle del Maipo.
Valle del Maipo.

Valle del Maipo

Localizado nos arredores de Santiago, às margens do rio de mesmo nome, o Valle del Maipo concentra o maior número de vinícolas do país, desde as mais tradicionais até as mais modernas.

Lá, a uva carmenère foi redescoberta, mas também cultiva-se cabernet sauvignon, merlot, syrah, cabernet franc, malbec, chardonnay, sauvignon blanc e semillón.

No Valle del Maipo, visite a Concha y Toro e a Santa Rita.

Concha y Toro
Av. Nueva Tajamar, 481, Torre Norte, P15, Las Condes, Santiago
Próxima à Avenida Andrés Bello. Dá para ir de metrô.

Santa Rita
Como chegar: Na rua Tarapaca, pegue o ônibus Alameta Alto Jahuel em direção ao vinhedo Santa Rita. Peça para o motorista indicar o local de parada.

Valle de Casablanca.
Valle de Casablanca.

Valle de Casablanca

A 50km de Santiago, o Valle de Casablanca é menos procurado pelos turistas que o Valle del Maipo, por conta da distância da capital, mas oferece vinícolas mais exclusivas.

Sua especialidade são os vinhos brancos, como sauvignon blanc e chardonnay e o tinto pinot noir.

É uma boa opção, além de conhecer as vinícolas, escolher um dos restaurantes da região para almoçar.

É possível também se hospedar por lá. Como o vale fica no caminho para Valparaíso e Viña del Mar, pode servir como pit stop em um tour pelo país.

A vinícola Casablanca é tão bonita que disponibiliza seu espaço para festas de casamento inesquecíveis. A Indomitá, por sua vez, tem construções mais contemporâneas mas, ao mesmo tempo, conserva a paisagem bucólica dos vinhedos.

Casablanca
Rodrigo de Araya, 1431, Macul, Santiago

Indomitá
Como chegar: Pegue a Rota F90 Camino a Algarrobo para acessar o Camino Lateral de Acceso. Depois, pegue a estrada para Romana.

Valle del Colchaga.
Valle del Colchaga.

Valle del Colchagua

O Valle del Colchaga fica a 180km  de Santiago, e é um dos mais luxuosos do Chile.

Ele abriga treze vinícolas, que podem ser acessadas pelo trem da Rota do Vinho.

Também é possível ir de trem convencional até San Fernando e, de lá, pegar um táxi até as vinícolas.

A Lapostolle, desde sua fundação, em 1994, proporciona aos visitantes uma experiência que se assemelha a das vinícolas francesas. Sua loja oferece a degustação de seus principais vinhos e também comercializa garrafas a preços convidativos.

A Casa Silva está entre as 100 melhores vinícolas do mundo. A gastronomia oferecida lá é de tão alta qualidade quanto os vinhos.

Em qualquer época do ano.
Em qualquer época do ano.

Quando ir?

As vinícolas estão abertas durante o ano todo, mas durante o verão (entre dezembro e março), a paisagem está ainda mais bonita.

Entre o fim de março e o começo de abril é realizada a vendímia, uma colheita da qual os visitantes podem participar (verifique essa possibilidade na vinícola escolhida).

Aproveite as degustações.
Aproveite as degustações.

Dicas de #PontoLover

Reserve um espaço na mala para trazer vinhos para casa. A quantidade máxima permitida é de 12 garrafas por pessoa.

Caso escolha um tour que não pode ser feito por transporte coletivo, contrate um serviço de van para poder fazer as degustações com tranquilidade. Nunca dirija depois de beber.

*O Ministério da Saúde adverte: o consumo de bebidas alcoólicas pode causar dependência, sendo proibida sua venda a menores de 18 (dezoito) anos.

Acumular pontos Multiplus

Para que sua viagem para o Chile se transforme em outra viagem, utilize os serviços dos nossos parceiros. Veja sete maneiras de juntar pontos viajando e fique mais perto do seu próximo destino!