DICAS DE VIAGEM

Roteiro de Salvador: 10 atrações de viagem obrigatórias

Salvador tem um astral único, com sabores, sons, cheiros e lugares que fazem da cidade a verdadeira Capital da Alegria. Um desses lugares é o Pelourinho, cartão postal a cidade, mas a cidade tem muito mais a oferecer a seus visitantes. Você sabe o que fazer em Salvador?

Confira as dicas do que não pode faltar no roteiro de um #PontoLover pela capital baiana!

Bloco Olodum, um dos mais tradicionais de Salvador.
Bloco Olodum, um dos mais tradicionais de Salvador.

Dançar com os blocos

Os blocos afro como o Oludum e o Ilê-Aiyê são patrimônios culturais da Bahia e do Brasil, além de diversão garantida para quem gosta de dançar.

Mesmo antes do Carnaval, é possível aproveitar os ensaios do Olodum e do Ilê para prestigiar a cultura de Salvador.

O Farol da Barra fica ainda mais bonito à noite.
O Farol da Barra fica ainda mais bonito à noite.

Farol da Barra

O Farol da Barra já vale uma visita por sua beleza e pelo impressionante Museu Náutico da Bahia que abriga. Mas o lugar fica ainda mais atrativo no fim do dia, com o sol se pondo.

À noite, com Farol fica iluminado, vá para a varanda do restaurante Barravento ver o show de iluminação.

Farol da Barra
Largo do Farol da Barra – Barra

Barravento
Av. Oceânica, nº 814 – Barra

As fitinhas do Senhor do Bonfim são uma ótima lembrancinha também.
As fitinhas do Senhor do Bonfim são uma ótima lembrancinha também.

3 pedidos

A Igreja do Bonfim é a mais famosa de Salvador e não dá para sair de lá sem uma fitinha do Senhor do Bonfim nos pulsos.

Segundo a crença, você deve dar duas voltas no pulso com a fita e fazer três nós, um para cada pedido, para fixá-la. Quando a fitinha arrebentar, os desejos serão realizados.

Igreja do Bonfim
Praça Senhor do Bonfim – Cidade Baixa

A praia de Itapuã inspirou dois dos maiores poetas do Brasil.
A praia de Itapuã inspirou dois dos maiores poetas do Brasil.

Tarde de Itapuã

“Passar uma tarde em Itapuã / Ao sol que arde em Itapuã / Ouvindo o mar de Itapuã / Falar de amor em Itapuã”

Impossível visitar a Praia de Itapuã sem cantarolar o refrão da música de Vinicius de Moraes e Toquinho. Os amantes de música podem aproveitar para fazer uma selfie ao lado da estátua do grande Dorival Caymmi.

Museu Geológico da Bahia. Credito: Raul Golinelli/GOVBA
Museu Geológico da Bahia. Credito: Raul Golinelli/GOVBA

Museus da Vitória

O Corredor da Vitória é um dos mais nobres de Salvador e concentra, entre residências e hotéis, três atrações: o Museu Geológico da Bahia, o Museu Carlos Costa Pinto e o Museu de Arte da Bahia.

Um passeio arquitetônico imperdível!

O acarajé é uma das delícias típicas da Bahia.
O acarajé é uma das delícias típicas da Bahia.

Muito dendê

Nenhum passeio pelo Pelourinho está completo sem um bolinho de massa de feijão frito no óleo de dendê e recheado de vatapá, caruru, camarão e pimenta… O famoso acarajé das baianas!

O dendê também dá as caras em outra delícia típica da Bahia: a moqueca. Não volte para casa sem provar!

Casa do Rio vrmelho. Crédito: facebook.com/casadoriovermelho/
Casa do Rio vrmelho. Crédito: facebook.com/casadoriovermelho/

Casa do Rio Vermelho

Amantes de literatura que desejam saber o que fazer em Salvador devem visitar a Casa do Rio Vermelho e conhecer onde os escritores Jorge Amado e Zélia Gattai viveram. Cada um dos 15 ambientes mostra um pouco da vida do casal.

Casa do Rio Vermelho
Rua Alagoinhas, 33 – Rio Vermelho
Terça a domingo, das 10h às 17h
Ingresso: R$ 20,00

Elevador Lacerda na Cidade Alta; e Mercado Modelo na Cidade Baixa, em Salvador.
Elevador Lacerda na Cidade Alta; e Mercado Modelo na Cidade Baixa, em Salvador.

Cidade Alta

Salvador é dividida entre Cidade Alta e Cidade Baixa.

Umas das maneiras de transitar esses dois espaços é pelo Elevador Lacerda e sua arquitetura impressionante.

A subida é tranquila e garante uma vista excelente para fotos.

Antes de subir, passe pelo Mercado Modelo na Cidade Baixa. O lugar vende de tudo e é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Elevador Lacerda
Praça Municipal, s/n – Centro Histórico, Salvador
Horário: Todos os dias, das 7h às 23h

Orixás no Dique do Tororó, em Salavador.
Orixás no Dique do Tororó, em Salavador.

Ver os Orixás

O Dique do Tororó é um passeio completo, tem pedalinhos, restaurantes, centro comunitários, anfiteatro e fica pertinho no estádio Fonte Nova.

Mas a grande atração são as esculturas de orixás sob águas feitas pelo artista plástico Tati Moreno.

Confira de perto as imagens de Iansã, Nanã, Ogum, Oxalá, Xangô, Iemanjá, Oxum e Oxóssi!

JAM no MAM. Crédito: facebook.com/jamnomam/
JAM no MAM. Crédito: facebook.com/jamnomam/

JAM no MAM

Salvador não é só Axé!

Quem gosta de música precisa conhecer o projeto JAM no MAM: um encontro de músicos na parte externa do Museu de Arte Moderna da Bahia, de frente para o mar. Vale a pena conferir essa jam session!

 

MAM/BA
Avenida do Contorno – Salvador
Horário: Sábados, a partir das 18h
Ingresso: R$ 8,00 a R$ 4,00

Pelourinho, Salvador.
Pelourinho, Salvador.

Já sabe o que fazer em Salvador? Então vamos viajar!

Agora que já sabe o que fazer em Salvador, faça seu cadastro Multiplus e embarque nessa viagem!

Com esse roteiro, já dá até para comprar suas passagens aéreas com a Multiplus!

Aproveite para transferir seus pontos do cartão de crédito para Multiplus!