Culinária chilena: onde aproveitar em Santiago?

Encontre os melhores vinhos e centolla com a nossa seleção de dicas!

Culinária chilena: onde aproveitar em Santiago?

Com um litoral extenso, não é surpresa que o forte da culinária chilena gire em torno de peixes e frutos do mar (muitos, inclusive, só encontrados pela região). Mas as opções vão além: espere descobrir parrillas e muitos ingredientes naturais, como milho e abacate.

Disputando lado a lado com nossos hermanos argentinos, seus vinhos não ficam muito para trás. A opção mais querida dos locais, no entanto, é o pisco sour, mistura do pisco com limão e xarope de açúcar que você precisa experimentar antes de deixar o país.

Uma dica para economizar no almoço é buscar sempre o menu del dia, que é o equivalente do nosso “prato executivo”: um combo com entrada, prato principal e sobremesa. Mas onde ir? Acompanhe nossa lista com sugestões de lugares imperdíveis em Santiago! 

Donde Augusto

Centolla, caranguejo gigante encontrado na culinária chilena.

A centolla é um tradicional caranguejo gigante do Chile. Uma das melhores sugestões para essa empreitada, apesar do preço salgado, é o Donde Augusto.

O restaurante famosíssimo fica pelo centro histórico de Santiago. Pela mesma região, é possível encontrar estabelecimentos menos conhecidos que oferecem praticamente os mesmos pratos.

Aproveite para explorar o Mercado Central e fazer algumas comprinhas!

Mulato

O cardápio do Mulato varia de acordo com a disponibilidade de ingredientes no mercado, mas uma coisa se mantém: o toque chileno em cada uma das criações. Por exemplo, abacate no ceviche ou milcao (bolinhos de batata que levam pasta de frutos do mar como recheio) de acompanhamento para o pescado.

Chipe Libre

O grande intuito do restaurante é unir a culinária chilena com a peruana, mas o destaque fica mesmo para a carta de piscos. Peça entradas, frias ou quentes, para dividir e aproveite as degustações para descobrir muitos outros drinks além do pisco sour comentado lá em cima.

Aventure-se

Cazuela chilena, ensopado típico preparado com abóbora.

Os dois últimos restaurantes se encontram na calle José Victorio Lastarria, rua repleta de opções bacanas para quem pretende se jogar em novos sabores.

É possível encontrar outros pratos, como cazuela (ensopado típico chileno), pastel de choclo (torta de milho recheada de carne, frango, ovo e azeitona) ou reineta, que é um peixe branco comum no país.

De Pablo a Violeta

Se você procura uma verdadeira imersão na cultura chilena, conheça o De Pablo a Violeta. O jantar show dá direito à música, dança e interpretação como acompanhamentos de pratos refinados com ostras, carnes e até centolla.

No palco, artistas interpretam clássicos de Violeta Parra e textos de Pablo Neruda (daí o nome), além de canções e danças folclóricas.

Bocanáriz Vinobar

Empanada chilena acompanhada de vinho.

Ainda na José Victoria Lastarria, reserve tempo para provar os trios de degustação de vinhos oferecidos pelo Bocanáriz, restaurante especializado que conta com mais de 2000 garrafas. Esses trios são divididos por temas, como “Vinos de Autor” ou “De mar a Cordillera”. Para acompanhar, o cardápio é mais enxuto. Porém leva boas opções de entrada, incluindo empanadas de carne.

Dica extra:

A conta é aquele final agridoce de toda a refeição, mas a melhor forma de rebater o efeito é pagando com o cartão de crédito. Além de oferecer mais segurança, é possível acumular pontos com ele!

Os pontos transferidos do cartão para o LATAM Pass podem ser usados como você quiser depois – até, de repente, para uma próxima viagem!