DICAS DE VIAGEM

8 comidas uruguaias que todo mundo deve provar

O Uruguai tem uma das gastronomias mais delícias do mundo! Uma das coisas mais legais de conhecer um novo país é justamento por meio dos pratos cozinhados por lá. Afinal de contas, sentir os temperos e os aromas da cozinha de um país, como o Uruguai, é a melhor forma de se conectar rapidinho a um povo e uma cultura.

Quem viaja para o Uruguai pode experimentar, por exemplo, pratos que são parecidos com os que encontramos aqui no Brasil, mas que possuem diferentes finalizações e preparos.

Para descobrir as delícias uruguaias que todo mundo deve provar em uma viagem ao país, vem comigo:

Uma típica parrilla uruguaia.
Uma típica parrilla uruguaia.

Churrasco

O churrasco uruguaio é conhecido por lá como “asado”.

Os diferentes cortes de carnes são assados tradicionalmente a partir da queima de madeira, por meio das brasas, o que garante um sabor especial à carne, com direito a um aroma defumado.                  

Em alguns restaurantes de parrillas, como são conhecidas as churrasqueiras locais, além da carne, dá para saborear diferentes vegetais como milhos, pimentões e cebolas que também passam pela grelha.

Para ter a experiência completa de um asado uruguayo, saboreie os cortes de carne tradicionais do país, como o bife ancho, as costelas bovinas, a colita de quadril, o asado de tiras e a morcilla, uma saborosa linguiça.

Em Montevidéu, um lugar com bastante opção de parrillas é o Mercado del Puerto. Por lá, existem vários restaurantes com parrillas enormes e dá para escolher o seu favorito, de acordo com os cheiros e visuais que lhe interessarem mais.

Se você prefere um restaurante só, mas com boas carnes e um ambiente super agradável, a melhor opção é o La Otra Parrilla, que fica no bairro de Pocitos. Por lá, não deixe de provar o provolone da casa, feito com pimentão, cebola, manjericão, tomate e azeitonas.

Mercado del Puerto

Rambla 25 de Agosto de 1825 228, 11000 Montevideo, Uruguai

La Otra Parrilla

Tomás Diago 758, 11300 Montevideo, Uruguay

No Uruguai, os bizcochos geralmente são acompanhados de mate.
No Uruguai, os bizcochos geralmente são acompanhados de mate.

Bizcochos

“Bizcochos” é um termo que designa uma variedade de pequenos pães e biscoitos tradicionais do Uruguai, que são preparados de diferentes maneiras.

Em uma panaderia uruguaia dá para pedir “bizcochos” aos funcionários.

Você vai receber uma ampla amostra da confeitaria uruguaia, já que os bizcochos são vendidos por peso e não por unidade, o que garante uma maior variedade para o consumidor.

Alguns bizcochos se assemelham a croissants, são os “cruasanes”. Eles são feitos com um tipo de massa folhada pincelada com banha ao invés de manteiga. O tamanho reduzido, em comparação ao croissant tradicional, permite experimentar vários sem culpa.

Os que gostam de doce podem aproveitar os cruasanes recheados de doce de leite ou  polvilhados com açúcar. Para quem prefere salgado, há a opção de experimentar os cruasanes recheados de queijo e de frios e também os que são só a massa pura, assada para ser servida quentinha.

Outra variedade de bizcochos são as “margaritas”, que têm formato parecido com o de um biscoito. Feitas com a mesma massa folhada, elas derretem na boca e são recheadas de creme de confeiteiro doce.

A “galleta dulce” é a versão da massa folheada cortada em quadradinhos, que são empilhados um em cima do outro. Os quadrados que ficam do lado de fora são mais crocantes e os que estão no meio da porção derretem na boca. Para deixar ainda mais saboroso, a “bolacha” é polvilhada com açúcar.

Por fim, o tipo mais comum de bizcocho é o “pan con grasa”, que parece uma rosquinha e tem uma textura parecida com a de um biscoito mais crocante. Ele é feito com banha, o que dá a ele um sabor diferente e característico.

Os bizcochos equivalem ao pão francês do brasileiro, já que costumam ser consumidos acompanhados de chimarrão, café e outras bebidas quentes, geralmente no começo da manhã e no final da tarde.

O melhor lugar para saborear bizcochos no Uruguai é na Baipa de Atlántida, que fica em Canelones, no caminho entre Montevidéu e Punta del Este. A confeitaria foi eleita a melhor do Uruguai por três anos seguidos e encanta os viajantes que passam por ela para tomar um lanche.

Baipa de Atlántida

Gral. Artigas & Calle 26, 16000 Atlántida, Departamento de Canelones, Uruguai

Em uma visita ao Uruguai, não deixe de tomar um mate.
Em uma visita ao Uruguai, não deixe de tomar um mate.

Mate

Popular no sul do Brasil, no Uruguai e na Argentina, o chimarrão costuma ser mais consumido até do que o café nessas regiões.

No Uruguai, ele é conhecido carinhosamente como “mate” e a erva utilizada para fazer a bebida costuma ter uma textura diferente daquela encontrada no Brasil.

Para uma experiência tipicamente uruguaia, compre uma cuia e uma bombinha e saboreie um tradicional mate, com a erva produzida no país misturada com uma colher de chá de café. De preferência acompanhado de bizcochos, é claro.

Os "alfajores de maicena".
Os

Alfajor

O Alfajor é um doce muito popular na Espanha e nos países que foram colonizados por ela.

No Uruguai, há uma ampla gama de opções bem deliciosas de alfajores.

Para quem não sabe, o alfajor é composto por duas fatias de massa crocante, recheadas com doce de leite e cobertas com chocolate.

A versão mais tradicional é a do “alfajor de maicena”. Nesse preparo, a sobremesa é feita com dois biscoitos a base de maizena, recheados de doce de leite e polvilhados com coco ralado.

Seja para saborear em um café montevideano ou para trazer como souvenir de viagem, é obrigatório experimentar um alfajor uruguaio em uma visita ao país.

Como eles são delicados e amassam fácil, uma boa dica é comprá-los aos montes no Duty Free do aeroporto, na volta para casa.

A Torta de Alfajor da Oro del Rhin.
A Torta de Alfajor da Oro del Rhin.

Torta de Alfajor

Se o alfajor é patrimônio nacional uruguaio, imagina uma sobremesa formada por múltiplas camadas de uma bolacha do tipo “alfajor”, bem fininha, intercaladas por doce de leite várias e várias vezes. Ao final, o “bolo” leva um banho de chocolate e é coberto com merengue, para ficar ainda mais gostoso.

Essa é a famosa “torta de alfajor” uruguaia, encontrada em algumas confeitarias do país.

Em Montevidéu, o melhor lugar para saborear a torta de alfajor é na Oro del Rhin, uma confeitaria que possui franquias espalhadas pela cidade.

Se você adora tomar um café com uma boa vista, vá para a unidade da Oro del Rhin que fica dentro da Livraria Yenny, bem em frente à Rambla e a Praia de Pocitos.

Livraria Yenny e Oro del Rhin Cafe

Bvar. España 3000, 11300 Montevideo, Uruguai

A pizza uruguaia tem uma massa que parece pão.
A pizza uruguaia tem uma massa que parece pão.

Pizza

Há quem diga que não há pizza melhor do que a brasileira, outros preferem a tradicional italiana e tem também gente que adora comer aquelas em estilo americano.

De um jeito ou de outro, pizza é uma delícia e é uma experiência válida saborear os diferentes tipos que existem espalhados pelo mundo.

No Uruguai, além de ter um formato quadrado, o diferencial é que a massa da pizza se assemelha a um pão e não há um padrão certo para sua espessura. Em alguns restaurantes, ela chega a ter uns bons centímetros e, em outros, ela não chega a ter um dedo de espessura.

O grande destaque para a pizza uruguaia é o molho, que ganha todos os holofotes. Geralmente caseiro e feito com tomates temperados à moda da casa, é ele que vai no topo da pizza.

Na versão mais tradicional da pizza uruguaia, não há nenhum outro tipo de recheio no topo da massa e do molho (se você só pedir uma “pizza” no restaurante, é isso que vai receber!). Mas dá para encontrar outros sabores com facilidade, como queijo e pepperoni.

Um bom lugar para saborear pizzas uruguaias é na Roble Cocina Artesanal, que possui um menu variado, com vários tipos de pizza feitas com massa artesanal. A casa ainda é conhecida por receber apresentações artísticas, com muita música ao vivo para quem escolhe comer por lá.

Roble Cocina Artesanal

Av. BIS, Av. 8 de Octubre 2281, 11200 Montevideo, Uruguay

O chivito uruguaio é cheio de recheios.
O chivito uruguaio é cheio de recheios.

Chivitos e Panchos

Quando o assunto são sanduíches, o Uruguai também não decepciona.

Os Chivitos são os mais populares, normalmente servidos em diferentes lugares, de restaurantes chiques aos botecos de esquina. 

               

O lanche “nasceu” em um restaurante de Punta del Este e é composto por um bife de carne bovina (Nada de hambúrguer aqui!) bem macio e suculento, servido em um pão e acompanhado de alface, tomate, ovo frito, presunto e queijo. Ele quase sempre vem acompanhado de batatas fritas.

Dentro dos chivitos ainda há opção “canadiense”, que é o lanche recheado com mais coisas, como bacon, azeitona, cebola e até pimentão, e o “al plato”, que são todos os ingredientes do lanche servidos em um prato, sem o pão.

Os panchos são a versão uruguaia do cachorro-quente, com bem menos acompanhamentos do que os dogões daqui do Brasil.

Por lá, eles são compostos de uma enorme e saborosa linguiça servida no pão, acompanhada de ketchup, mostarda e um molho estilo “vinagrete”, com cebola e tomates. Para incrementar, dá para adicionar fatias de bacon e de queijo.

Uma boa dica é experimentar os dois lanches servidos no La Pasiva, um restaurante tradicional no país, com várias franquias espalhadas pelas principais cidades. Para comer com uma vista, aproveite a La Passiva que fica na Plaza del Entrevero, pertinho do centro de Montevidéu.

La Pasiva

Julio Herrera y Obes, 11100 Montevideo, Uruguai

Vai com Multiplus

Se esse texto não deixou você com vontade de embarcar no primeiro voo com destino a felicidade, ops, ao Uruguai, então corre no Guia de Destinos de Punta del Este e de Montevidéu para descobrir outras atrações turísticas do país.