6 dicas para quem vai conhecer o Machu Picchu

Planejando uma viagem para conhecer a Cidade Perdida dos Incas? Confira dicas de como se preparar para o passeio.

6 dicas para quem vai conhecer o Machu Picchu

Machu Picchu é uma das sete maravilhas do mundo moderno e conhecer o lugar é fazer uma jornada até o passado, admirando tanto a engenhosidade da arquitetura dos Incas quanto a exuberância das montanhas locais. Reunimos 6 dicas para quem vai conhecer o Machu Picchu e quer fazer esse passeio como um típico morador local. Confira!

Fique de olho no limite de visitantes

Visite Machu Picchu.

Para garantir que Machu Picchu dure para sempre, o governo peruano limitou o número de pessoas que podem explorar as ruínas e montanhas locais diariamente. Por isso, fique atento a esse limite de visitantes!

Programe-se para fazer sua viagem até lá com tranquilidade e evite deixar lixo no local. Assim, você garante que as gerações futuras também poderão passar pela experiência incrível que é conhecer Machu Picchu.

Compre os ingressos com antecedência

Garanta que você verá essa vista incrível ao vivo comprando seus ingressos com antecedência.

Para ter certeza de que você conseguirá conhecer Machu Picchu durante sua viagem, compre os ingressos de acesso à Cidade Perdida com antecedência. Dá para adquirir os bilhetes antes mesmo de sair do Brasil, online.

O site de venda de bilhetes é comandado pelo governo peruano. Depois é só trocar seus pontos LATAM Pass por passagens aéreas e embarcar em uma aventura inesquecível.

Dá para comprar ingressos para conhecer as ruínas de Machu Picchu, o museu que abriga achados arqueológicos e até para a trilha da Huayna Picchu, a montanha que é similar a um rosto humano e que aparece em boa parte das fotos icônicas tiradas em Machu Picchu.

Se não deu para comprar seu bilhete no Brasil, compre-os na bilheteria do governo, que fica em Cusco.

Evite o período de chuvas e o soroche

Machu Picchu e suas montanhas ficam em uma altitude bastante alta.

Machu Picchu é repleta de subidas, ruínas de pedra e trilhas verdejantes, cercadas pelas florestas do Peru. Por isso, o ideal é evitar viajar para lá durante o período de chuvas, que acontece durante o verão do Hemisfério Sul.

Nem sempre é possível evitar as intempéries durante a viagem, mas uma boa opção para tentar um céu azul e ensolarado em suas fotos é viajar durante os meses de junho e julho, quando a média de precipitação cai bastante.

Uma boa forma de aproveitar Machu Picchu ao máximo é tomando medidas para evitar o soroche, ou “mal de altitude”. Machu Picchu fica a 2.430 metros de altitude e isso faz com que os visitantes sintam certos sintomas, como cansaço constante.

A melhor forma de evitar o soroche é ambientando-se em uma das cidades vizinhas de Machu Picchu, como Cusco e Aguas Calientes, antes de embarcar para a cidade dos incas.

Contrate um guia

Machu Picchu é repleta de lhamas e de guias turísticos que vão te ensinar tudo sobre esse lugar incrível.

Muitas pessoas querem explorar Machu Picchu livremente, mas uma boa opção é contratar um guia de viagem, para te ensinar tudo sobre a cidade dos Incas, a cultura local e as engenhosas construções, que garantiram que as ruínas chegassem praticamente intactas até os dias atuais.

Existem muitos guias turísticos logo na entrada do parque de Machu Picchu e contratar um é ter uma passagem garantida para o passado de glória dos povos nativos.

Carimbe seu passaporte em Machu Picchu

Carimbo de Machu Picchu.

Você é daqueles que adora colecionar carimbos no passaporte? Então, leve seu documento de viagem para Machu Picchu e conquiste uma marca singular!

O centro dos visitantes da cidade dos Incas possui um carimbo incrível e personalizado dessa sétima maravilha do mundo, e você pode ter seu documento marcado ali. Esse com certeza vai ser a marca mais legal em seu passaporte.

Passe protetor solar

Não esqueça de passar protetor solar.

É preciso passar bastante protetor solar para visitar Machu Picchu! Mesmo nos dias nublados, a cidade dos Incas recebe uma grande quantidade de raios solares, por conta de sua localização. Por isso, não esqueça do protetor e leve um boné ou chapéu para proteger seu rosto.

Realize com o LATAM Pass

Quer mais Machu Picchu? Nosso guia de viagens tem todas as dicas sobre Cusco, uma das cidades mais próximas às ruínas!