5 formas diferentes de explorar São Paulo

Está em Sampa? A boa de hoje é celebrar o aniversário da cidade na rua porque há ótimas opções para todos os estados de espírito.

5 formas diferentes de explorar São Paulo

São Paulo completa 466 anos hoje, mas se você conhece a cidade sabe muito bem que são seus visitantes e moradores os verdadeiros presenteados. Multifacetada, a maior cidade do Brasil oferece, todos os dias, um sem número de programas que agradam a todos os perfis.

Quer comer bem? É pra já! A capital paulista oferece gastronomia de todos os cantos do país e do mundo. Quer música boa? É claro que há variedade de sobra para agradar a todos os estilos. Quer paz e sossego? Ótimo, até isso cidade tem.

Selecionamos cinco roteiros para você explorar São Paulo do seu jeito. Afinal, essa é a melhor maneira de manter a cidade sempre viva e vibrante. Parabéns Sampa!  

SP com crianças

Parque das Bicicletas

Típico passeio saudável e divertido em família, o nome do parque já diz tudo. Além de ciclovias perfeitas para pedaladas de todos os níveis, o local oferece infraestrutura para andar de patinete e skate. Fazer um piquenique com a garotada também é uma boa pedida para completar o programa.
Parque das Bicicletas – Al. Iraé, 35 – Moema 

Museu Catavento

No museu interativo de ciências inaugurado em 2009, a criançada aprende e brinca em um espaço com mais de 4 mil metros quadrados. São cerca de 250 instalações divididas pelos temas ‘Universo’, ‘Vida’, ‘Engenho’ e ‘Sociedade’. Borboletário, sala de realidade virtual Dinos do Brasil, aquários de água salgada, réplicas de carruagens e vagões de trem são apenas algumas das atrações que fazem a cabeça dos pequenos e adultos.
Museu Catavento – Av. Mercúrio, Parque Dom Pedro II, s/n

Aquário de São Paulo

Poucos sabem que no tradicional bairro do Ipiranga existe um aquário com dois milhões de litros de água e cerca de 300 espécies, incluindo tubarões e ursos polares. No Aquário de São Paulo, que fascina com uma verdadeira imersão no fundo do mar, o tanque das sereias é um dos favoritos da garotada. 
Aquário de São Paulo – R. Huet Bacelar, 407 – Vila São José

SP sossegada

Jardim Botânico

Para quem quer um dia de tranquilidade na cidade que nunca dorme, o Jardim Botânico é o passeio perfeito. São 143 hectares com muito a se descobrir: flores, orquidários, viveiros, lagos, plantas, cantinhos escondidos e até uma trilha que termina na nascente do Riacho do Ipiranga. Se a fome bater, há um restaurante por lá.
Jardim Botânico – Av. Miguel Estéfano, 3031 – Vila Água Funda

Praça Pôr do Sol

Nesse espaço calmo e verde, localizado em Alto de Pinheiros, é comum encontrar pessoas meditando, lendo um livro, tocando violão ou com a toalha aberta fazendo um piquenique. Como sugere o nome, de lá se avista um pôr do sol de arrancar suspiros. Uma ótima parada para o fim de tarde.  
Praça Pôr do Sol – Praça Cel. Custódio Fernandes Pinheiro, 334 – Alto de Pinheiros

Templo Quan-Inn

Pouco conhecido, o Templo Quan-Inn é um verdadeiro oásis zen. Aqui a tranquilidade é levada a sério e é religião. Além dos ensinamentos sobre os preceitos do budismo chinês, a atmosfera oriental, o verde e a paz do local são um verdadeiro convite à meditação. Atenção turistas: os cliques são permitidos apenas na área externa do templo.  
Templo Quan-Inn – R. Rio São Nicolau – Jardim Campinas

SP musical

Jazz nos Fundos

Oferecer música de qualidade com preços democráticos é um dos principais diferenciais dessa casa incrustada no coração de Pinheiros. Além das apresentações de jazz, sempre intercaladas com bons drinks, há também um segundo ambiente para para shows de músicas mais autorais. Em tempo, existe uma casa irmã, a JazzB, que fica no centro de São Paulo.
Jazz nos Fundos – Rua Cardeal Arcoverde, 742 – Pinheiros

Casa de Francisca

É pelo palco do Casa de Francisca que hoje passam os principais representantes da nova MPB. Além de curtir shows com o melhor da música alternativa brasileira contemporânea, quem frequenta a casa costuma deixar o programa ainda mais gostoso com um almoço no restaurante do espaço. Só por curiosidade, vale ainda dizer o edifício foi tombado pelo Patrimônio Histórico pois nele funcionava a primeira loja de instrumentos musicais de São Paulo.
Casa de Francisca – R. Quintino Bocaiúva, 22 – Sé

Café Piu Piu

São Paulo é Rock’n’Roll e o Café Piu Piu é prova disso. Tanto que já virou tradição. Isso porque já faz 35 anos que a casa de dois andares localizada na Treze de Maio recebe bandas que tocam dos clássicos dos anos 50 aos hits atuais.    
Café Piu Piu – R. Treze de Maio, 134 – Bela Vista

Melhores vistas

Edifício Martinelli SP 

Por que hoje, em vez de bater o pé pela cidade, você não experimenta para conhecê-la do alto? Construído em 1920, o Edifício Martinelli, primeiro arranha céu da América Latina, se consagrou como um dos principais pontos turísticos locais por oferecer uma vista 360º da cidade a uma altura de 105 metros. Vale a pena conhecer.
Edifício Martinelli – Avenida São João, 35 – Centro Histórico de São Paulo

Terraço Itália  

Quem tem o privilégio de ver a maior metrópole do Brasil do alto sabe que isso é algo que precisa ser celebrado. No Terraço Itália a vista espetacular ganha toques de sofisticação gastronômica. Do 42º andar do prédio, enquanto a visão alcança a Avenida Paulista, o paladar se deleita com pratos de um menu de alto nível.
Terraço Itália – Av. Ipiranga, 344 – 41º andar

Pedra Grande

Existe também quem prefira trocar os elevadores por uma boa pernada antes de contemplar São Paulo de cima. Esse é seu caso? Então corra para a Pedra Grande. Até topo são 848 metros, mas a subida não é tão cansativa assim. Vá no seu tempo e comprove que, quanto mais alto você está, mais calma é a sensação que a cidade transmite.  
Pedra Grande – Rua Do Horto, 1799 – Horto Florestal 

SP Gastronômica

Mocotó

Grandioso representante do legado nordestino em São Paulo, o restaurante comandado pelo chef Rodrigo Oliveira conquistou os paulistanos e não foi à toa. São mais de 10 mil pessoas passando por lá todos os meses, por isso chegue cedo ou prepare-se para uma espera mais longa regada à caipirinha. Dadinhos de tapioca, carne de sol na chapa com pimenta- biquinho e chips de mandioca, torresmo são alguns dos hits da casa. 
Mocotó – Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100 – Vila Medeiros

Famiglia Mancini

Muito mais do que o restaurante italiano preferido dos paulistanos, a Casa Mancini é também parada obrigatória para os turistas. Localizada na charmosa Rua Avanhandava, na Bela Vista, a casa foi inaugurada em 1980 e tem entreos pratos mais degustados os antepastos e clássicos da culinária italiana como o nhoque ao sugo. A carta de vinhos tem muitas opções.
Famiglia Mancini – Rua Avanhandava, 81, Bela Vista

Acrópoles

Já que é comum dizer que em São Paulo cabe o mundo, finalizamos nossas indicações com o restaurante grego mais antigo da cidade. Se você ainda não conhece muito sobre os sabores da Grécia, os clássicos são o moussaka (berinjela, batata e carne moída coberta com molho bechamel) e o carneiro ao molho do assado com batata e arroz. Experimente.
Acrópoles – R. da Graça, 364 – Bom Retiro

  • aniversario
  • programas
  • são paulo