Com divindades esculpidas em pedras, Luoyang é tradição

Difícil não se sentir deslumbrado diante de toda crença de um povo mantida através de seus patrimônios

Com título de cidade sagrada, Luoyang é uma verdadeira expedição por grutas, montanhas, museus, parques e restaurantes. Para chegar a este cenário impressionante, você pode utilizar uma das oito companhias aéreas que desembarcam todos os dias na cidade ou ir de trem, caso esteja em alguma região próxima.

Localizada na província de Henan, no Centro da China, o destino é escolha de muitos turistas dispostos a trocar experiências culturais, por se tratar de um lugar repleto de tradição e arte milenar. Vale lembrar que a cidade é atendida pelo Aeroporto de Luoyang (LYA).

Você pode iniciar a sua rota pelas gigantes esculturas esculpidas nas grutas de Longmen, uma das maiores da China. Construídas há mais de 2 mil anos, trata-se de um magnífico altar ao ar livre com a imagem do Buda, maior referência da doutrina religiosa e filosófica chinesa.

Do complexo de cavernas, a vista pode ser desafiadora, afinal, para se chegar até o topo é preciso subir muitos degraus, mas a trilha vale a pena e você ficará admirado de como o homem foi capaz de esculpir imagens tão perfeitas. O passeio é bastante informativo, então vá sem pressa, pois a média de tempo que se gasta com ele é de seis horas. Quando estiver no alto, desfrute da paisagem do Huang-Ho ou Rio Amarelo.

A parte mais central de Luoyang diverte e desperta curiosidade diante de uma infinidade de comidas exóticas expostas em uma espécie de mercado noturno. As luzes vermelhas das barracas chamam atenção, mas será tarefa difícil entender o cardápio, não pelas comidas, mas pela língua, já que nem todas as informações estão em inglês.

Mas saiba que existem muitas opções de carnes, frutos do mar e vegetais, grelhados ou fritos, que costumam agradar muitos paladares. Vale lembrar que é sempre bom se alimentar moderadamente, principalmente se escolheu fazer o tour durante o verão chinês, que pode chegar a 37°C.

A cerca de uma hora e meia de Luoyang, está a sede do Templo de Shaolin. Lá, os alunos aprendem a arte milenar do kung fu e conquistam atenção com movimentos inspirados pela natureza, em passos precisos e olhos atentos. O lugar é encantador, pois a impressão que se tem é de fazer parte de um cenário de filme. Disciplina e determinação são palavras-chave para esse povo que desde pequeno aprende as primeiras técnicas e se junta aos mais velhos para um show performático, com duração de 30 minutos.

Como estamos falando de roteiros longos, é sempre bom ir com calma e já começar a absorver uma das filosofias chinesas, que é o equilíbrio, para aproveitar bem os passeios.

Onde Ficar

Onde Ficar

Onde Comer

Onde Comer

Onde Ir

Onde Ir

O que levar

O que levar

Para essa viagem tenha sempre consigo:

Álcool em gel para limpar as mãos

Jaqueta corta-vento

Protetor solar

Roupas leves

Tênis confortável

Informações e links úteis

Informações e links úteis

Quando ir

Em Luoyang, o verão é quente, abafado, com chuva e céu encoberto. Já o inverno é mais ameno, com ventos fortes e céu quase sem nuvens. O índice de turismo dá preferência aos dias pouco encobertos e sem chuva, com temperaturas entre 18 e 27°C. Baseado nisso, a melhor época do ano para visitar Luoyang e realizar atividades turísticas gerais ao ar livre é no outono, de setembro a novembro.

Como se locomover

Para um transporte mais seguro, faça uso de táxi ou de vans de pacotes de passeio.

  • Vacina
    é exigida certificação internacional de vacinação contra febre amarela
  • Passaporte
    obrigatório
  • Visto
    é exigido de brasileiros
  • Moeda
    renminbi (yuan)
  • Fuso
    UTC+08:00
  • Embaixada
    27 Guanghua Lu Beijing 100.600 Pequim – China + 8610 6532-2881

Dicas de quem já viajou

Dicas de quem já viajou

Envie sua dica!

Conte como foi sua experiência viajando com a gente.