London Calling: Atenda ao chamado e descubra Londres como um morador local

Um dos destinos mais cobiçados pelos viajantes, Londres é a mistura perfeita entre história, modernidade e beleza

Seja por seu charme histórico, seja por seu ar cosmopolita, Londres é uma das capitais europeias que mais atraem turistas e viajantes.

Um bom ponto de partida para começar a explorar a cidade é a Trafalgar Square, uma praça icônica, marcada no centro por um enorme coluna, a Coluna de Nelson, erguida para homenagear o Almirante Nelson, um herói de guerra local.

Se você é daqueles viajantes que não dispensam um museu, a primeira parada é neste mesmo endereço, na National Gallery, que abriga obras de arte como o “A Execução de Jane Grey”, de Paul Delaroche.

De volta à Trafalgar Square, uma parada interessante pode ser a igreja anglicana de St. Martin in the Fields. Ela exibe concertos de música clássica de tempos em tempos e abriga um café incrível na cripta, perfeito para quem quer fazer uma refeição rápida em um lugar diferente.

Perto da Trafalgar Square temos o charmoso Parque St. James, perfeito para quem quer descansar um pouco. A função dele é ligar o icônico Palácio de Buckingham com a cavalaria que protege o local. Aliás, a troca de guarda é uma das principais atrações da cidade.  Atravessando o parque, o viajante cai bem perto do Big Ben.

Um dos símbolos mais charmosos da cidade, o Big Ben está passando por reformas e ficará coberto até 2020. Enquanto a reinauguração do monumento histórico não acontece, ainda dá para curtir a região visitando o Palácio de Westminster, uma das sedes do poder da Grã-Bretanha.

Atrás da construção icônica, tão lembrada e evocada quando o assunto é Londres o viajante encontra a Abadia de Westminster, palco da coroação dos reis (e rainhas) da Inglaterra desde 1066. A enorme igreja começou a ser contruída em 960 e é o local de descanso final de renomados cientistas britânicos, como Sir Isaac Newton, Stephen Hawking e Charles Darwin, além de 17 outros monarcas.

A outra margem do Rio Tâmisa abriga a icônica London Eye, uma roda-gigante enorme, que oferece uma vista 360° de Londres, a partir de suas cabines. Seguindo por esse lado do rio, o viajente curte outros lugares maravilhosos, como a galeria de arte Tate Modern, especializada em Arte Contemporânea produzida de 1900 em diante.

Ainda do mesmo lado encontramos o Shakespeare Globe, uma réplica exata do antigo teatro onde William Shakespeare costumava apresentar suas famosas peças de teatro, ainda no século XVI.

Outro ponto da região é o Borough Market, o mercado mais antigo de Londres. Charmoso, ele abriga barracas que oferecem produtos frescos, padarias e até pequenos restaurantes que servem o famoso Fish and Chips.

Outro mercado interessante da cidade é o Camden Market, que possui barracas com roupas, brechós e até antiquários com peças antigas. Ele é perfeito para quem quer levar algo único e singular de lembrança da viagem.

Para atravessar de volta para a margem norte do Rio Tâmisa, que ainda abriga atrações imperdíveis, só usando a icônica Tower Bridge, construída em 1894. Aproveite o caminho para tirar uma foto icônica da também charmosa London Bridge.

Outro jeito de aproveitar o Tâmisa e seus visuais únicos é fazendo um cruzeiro por suas águas. O passeio leva o viajante para ver a cidade por um novo ângulo, imaginando como era o visual da Londres do passado.

Do outro lado, visite a Torre de Londres. Hoje, o edifício icônico é famoso por abrigar parte das joiás da coroa britânica. No passado, o local serviu como castelo, fortaleza e até prisão para os inimigos dos reis e rainhas que governaram o território entre os séculos XV e XVI. Icônica, a Torre de Londres começou a ser erguida em 1078.

A Catedral de St. Paul possui um domo que é facilmente encontrado nas imagens de skyline da cidade. Quem quer vê-la por um ângulo diferente pode subir até o topo da catedral e se admirar com a vista.

Os fãs de Harry Potter precisam dar um pulo rápido na estação de King’s Cross, para conhecer a icônica plataforma 9 3/4.

Quem ama museus não pode deixar de aproveitar a viagem a Londres para conhecer o icônico Museu Britânico, com peças de arte de diferentes épocas e lugares do mundo.

Há ainda um outro ponto de interesse para os amantes de museus que visitam a cidade é o Sherlock Holmes Museum, localizado no icônico endereço de 221B Baker Street.

Já o Museu Victoria e Albert é orientado para as artes decorativas e no design criados nos últimos 500 anos. Além de peças de mobiliário, cerâmicas, joiás e tecidos também ganham atenção nesta casa de proposta inovadora.

O roteiro em Londres pode passar também pelo metrô. Sim, o metrô! Um dos mais antigos do mundo, as estações de trem da cidade passaram por poucas e boas. Passear de metrô em Londres é um verdadeiro acontecimento, os locais serviram como abrigos anti-aéreos durante a Segunda Guerra Mundia e passaram por reformas. Hoje, eles são verdadeiros redutos históricos e artísticos.

Para quem gosta de explorar vizinhanças completamente, a de Shoreditch é perfeita para quem quer ver arte de rua impressionante, enquanto Covent Garden é ideal para quem adora restaurantes charmosos e artistas de rua.

 

West End é a região que equivale à Broadway de Nova York, ela é repleta de teatros e casas de espetáculos, apresentando de musicais até mesmo shows de rock.

Para finalizar, acho que nem precisamos falar de Notting Hill, detentora de um ar boêmio único, que foi imortalizado no cinema, com destaque especial para a Portobello Road, que abriga um mercado de pulgas icônicos e que acontece todo o sábado.

Greenwich é famosa por abrigar o observatório que “divide o mundo” em oriente e ocidente. É a partir dessa linha imaginária que são delimitados os fusos horários.

Existe um pouco de tudo em Londres e esse é um destino que verdadeiramente agrada a todos os viajantes, a depender daquilo que eles estão em busca. Para chegar até lá, utilize o Aeroporto Londres Heathrow (LHR) ou o Aeroporto de Londres Stansted (STN).

Onde Ficar

Onde Ficar

Onde Comer

Onde Comer

Onde Ir

Onde Ir

Comprar em Londres, Inglaterra

Comprar em Londres, Inglaterra

O que levar

O que levar

Como muitos passeios podem ser feitos caminhando, não se esqueça de levar calçado confortável. Agasalho, mesmo que leve, e um guarda-chuva sempre podem ser úteis.
Calçado confortável
Guarda-chuva
Agasalho
Roupas leves (caso sua viagem seja no verão)
Protetor solar (caso sua viagem seja no verão)

Informações e links úteis

Informações e links úteis

Quando ir

Para aproveitar as atividades ao ar livre, dê preferência para as estações mais quentes.

Como se locomover

O transporte público é eficiente. Táxis e bicicletas também são boas opções.

  • Vacina
    não exigida
  • Passaporte
    deve ser válido para o período de permanência no Reino Unido
  • Visto
    não é exigido de brasileiros
  • Moeda
    Libra esterlina
  • Fuso
    UTC+00:00
  • Embaixada
    14 - 16 Cockspur Street, Londres, Inglaterra +44 20 7747 4500

Dicas de quem já viajou

Dicas de quem já viajou

Envie sua dica!

Conte como foi sua experiência viajando com a gente.