Belém, a porta de entrada da Amazônia

Conheça Belém, a capital do Pará

A capital do Pará, Belém, é uma das grandes surpresas para quem visita a região Norte do Brasil. A cidade é conhecida por ser a capital gastronômica da Amazônia e um dos principais pontos de partida para quem deseja visitar os rios, igarapés e ilhas que englobam a maior floresta tropical do mundo. São inúmeras as atrações culturais e de lazer na cidade, independentemente da época do ano.

Belém tornou-se uma cidade moderna que ainda preserva suas características e herança indígena com orgulho. Esse pode ser o destino ideal para quem gosta de natureza e busca conhecer mais sobre a história dos primeiros povos nativos do Brasil.

Ela vai encantar os turistas que desejam aprender cada vez mais sobre as diferenças e singularidades que compõem nosso país de dimensão continental.

Por ser a capital gastronômica da Amazônia, os tours gastronômicos são sua marca registrada. Quem quer experimentar a verdadeira culinária do Norte do Brasil, viaja para lá.

O complexo Ver-o-Peso é a principal atração turística da cidade.

Este mercado público, inaugurado em 1625, chama atenção por sua beleza arquitetônica e importância histórica. Todo o complexo reúne três alas: o Mercado de Peixe, o Mercado de Carne e a Feira do Açaí.

Esse é um dos maiores mercados populares do mundo e um dos mais antigos do Brasil.

Por lá, são comercializadas  frutas, legumes, verduras, pescados e ervas medicinais provenientes da Floresta Amazônica.

 

A culinária paraense é referência gastronômica nacional e cada vez mais citada como fonte de descobertas e inspiração para alguns dos maiores chefs da atualidade. Além dos comércios, várias barracas de comida oferecem diariamente pratos tradicionais da Amazônia.

Localizada à beira da Baía do Guajará, onde desembocam os rios Guamá e Acará, Belém proporciona um verdadeiro contato com a Amazônia, seja caminhando pela orla da Estação das Docas, no delicioso parque Mangal das Garças, no Museu Paraense Emílio Goeldi ou em um delicioso almoço com vista para o rio, nos restaurantes flutuantes situados na Ilha do Combu.

O Aeroporto Internacional de Belém Júlio Cezar Ribeiro (BEL) atende à cidade.

Onde Ficar

Onde Ficar

Onde Comer

Onde Comer

Onde Ir

Onde Ir

Dicas Extras

Dicas Extras

O que levar

O que levar

Leve roupas frescas para o calor, óculos escuros, protetor solar e repelente.

Óculos de sol

Protetor solar

Repelente

Roupas leves

Navegue pelo mapa

Navegue pelo mapa

Informações e links úteis

Informações e links úteis

Quando ir

A melhor época para visitar a cidade é entre junho e novembro, quando chove menos. O calor em Belém é constante, por conta da proximidade com a linha do Equador. A cidade também é bastante úmida, por conta da Floresta Amazônica.

Como se locomover

Para conhecer o centro e os principais pontos à beira do rio, a melhor maneira é caminhar. Outras opções são ônibus e táxis, além de barcos que fazem o trajeto até outras cidades, como Manaus, Macapá e as ilhas de Marajó, Combu, Algodoal e outras.

  • Vacina
    é recomendável tomar a vacina contra febre amarela
  • Passaporte
    obrigatório para nacionalidades fora do Mercosul
  • Visto
    não é exigido de brasileiros
  • Moeda
    real
  • Fuso
    UTC-03:00

Dicas de quem já viajou

Dicas de quem já viajou

Envie sua dica!

Conte como foi sua experiência viajando com a gente.